segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Governo italiano deixará de subsidiar imprensa

Com o título Crise do euro reabre debate sobre relações entre Estado e imprensa, o jornalista Carlos Castilho faz interessante analise em seu blog Código Aberto.
“Mais de 100 jornais italianos estão ameaçados de fechar as portas agora no início de 2012 em consequência da suspensão dos subsídios fornecidos pelo Estado como parte de um esforço de quase 50 anos para diversificar a informação no país.
O corte de 2/3 dos 170 milhões de euros (404,6 milhões de reais) em subsídios anuais à imprensa italiana foi imposto ainda no governo de Silvio Berlusconi e mantido pelo atual primeiro-ministro Mario Monti como parte do programa de austeridade destinado a evitar o caos econômico no país.
O corte afetará especialmente os jornais locais e a imprensa oposicionista de tendência socialista, pois os grandes veículos continuam usufruindo vantagens como anistia fiscal e tarifas postais reduzidas, mesmo perdendo também o subsídio direto.”
Veja o texto completo no blog Código Aberto.

Por: Plínio Bortolotti, JORNAL O POVO

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.