sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Fotojornalista está entre as 10 profissões mais estressantes do mundo, diz pesquisa

A carreira de fotojornalista, que cobre desde eventos culturais a grandes guerras, foi considerada a nona mais estressante para o ano de 2012. O levantamento do site Carrer Cast, mostra que a profissão relacionada ao jornalismo está praticamente no topo, entre as 200 ocupações pesquisadas.

Os critérios usados para definir o ranking segundo o editor do Carrer Cast, Tony Lee, envolvem aspectos como ambiente de trabalho, competitividade do emprego, risco de morte para si e para outros e contato com o público.

most-stress-jobs-2012-221x185_0O fotojornalista, além de estar em locais perigosos, precisa também do envolvimento intelectual do fotógrafo, em captar imagens artísticas, jornalisticamente relevantes e impactantes, para que transmitam a mensagem desejada. Somado a isso, existe a exigência da redação, que precisa de imagens específicas para assuntos especiais.

As cinco primeiras profissões mais estressantes envolvem mais perigos e riscos, como é o caso dos soldados (1º), bombeiros (2º), pilotos de avião comercial (3º), general (4º) e oficiais militares (5º).

Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.