sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Grupo lança "Anuário de Mídia Pública no Brasil"

Auxiliar o investimento e o planejamento do mercado publicitário voltado para a administração pública brasileira. Esse é o objetivo do "Anuário de Mídia Pública no Brasil", elaborado pelo Grupo de Mídia de Brasília, que foi lançado no dia 14 de setembro. "O anuário foi feito com dados e pesquisa de comunicação da Mídia Pública para ajudar as agências de propaganda e os profissionais de comunicação que trabalham com campanhas e órgãos governamentais", disse o presidente da instituição, Marco Frade.

O primeiro anuário contém o diagnóstico completo da comunicação pública federal, e apresenta um perfil de público, temas trabalhados e meios de comunicação, no intuito de levar ao mercado publicitário informações precisas sobre o investimento de comunicação praticado pelo Governo Federal. A partir dessas informações, segundo Frade, as agências e veículos terão dados que auxiliarão a tomada de decisões na elaboração de estratégias de comunicação eficazes para a esfera pública, além de gerar banco de dados para os todos os governos (estaduais e municipais).


Esses dados, segundo ele, serão uma compilação das pesquisas de mercado realizadas pelos renomados institutos Ibope, Ipsos Marplan, IVC, Brasil em Foco, Comscore e Filme B. As informações sobre investimentos incluem público-alvo, temas de campanhas, ferramentas de marketing e meios de comunicação utilizados para cada nicho.


O anuário conta com a participação de 38 parceiros, dentre eles TV Globo, SBT, Rede TV, Rede Bandeirantes, Jornal Valor Econômico, Rádio CBN, Revista Caras e Portal Terra, entre outros. A primeira tiragem da publicação será de dois mil exemplares.

Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais. 

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.