terça-feira, 17 de maio de 2011

Associação de jornalistas lança guia de redes sociais

A ASNE (America Society of News Editors, ou sociedade norte-americana de editores de notícias, em tradução livre do inglês) publicou um guia para melhores práticas na relação entre as redações e o universo de mídias sociais digitais.

Na perspectiva dos executivos da ASNE, tal manual se faz necessário a partir da hora em que as redes sociais se tornam importantes fontes de informações jornalísticas.

"Se, por um lado, criar regras rígidas que monitorem o uso das redes sociais, contrariando a essência desse ambiente, é uma ideia controversa, liberar o acesso às mídias sociais sem qualquer tipo de monitoração pode expor a organização a situações de vulnerabilidade e comprometer a produção de notícias sem perder do horizonte a seriedade do negócio", informa o texto no Knight Center for Journalism in the Americas.

Entre as regras sugeridas pela ASNE estão:

1. A manutenção da ética tradicional, inclusive no ambiente digital;
2. Conscientizar os profissionais de que tudo que publicarem será transportado para as rede sociais;
3. Que o engajamento com os leitores deve ser pautado pelo profissionalismo;
4. O lugar de publicação de notícias quentes é o site, não o Twitter.
5. Estar consciente da pluralidade de opiniões na Internet;
6. Investigar toda e qualquer informação obtida nesses ambientes;
7. Sempre identificar-se como jornalista;
8. Lembrar que as redes sociais são ferramentas de trabalho, não brinquedos;
9. Ser transparente e admitir prontamente qualquer erro online;
10.Preservar os assuntos internos, sem divulgá-los.

O manual completo pode ser baixado em formato PDF no site da ASNE.

Os executivos que participaram da redação do manual vieram de vários veículos dos EUA, entre eles, do Denver Post, do Los ANgeles Times e da agência de notícias Reuters, entre outros.

Fonte: Portal da Imprensa
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.