quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O Estado do Paraná- Mais um jornal deixa a forma impressa para circular somente no meio digital

Uma dos principais jornais diários da imprensa paranaense, O Estado do Paraná, está em contagem regressiva para o fim da versão impressa. De acordo com Paulo Pimentel, empresário e dono do grupo, a extinção de O Estado do Paraná no papel deve ocorrer em cerca de 10 dias, meses antes de completar sua sexta década de história.

A decisão de trabalhar com o jornal apenas no formato digital partiu do próprio Pimentel, que reconhece: “Já devia ter feito isso há uns 2 anos atrás”, alegando que a circulação de 20 mil exemplares durante a semana e 25 mil aos domingos não cobrem os custos da produção diária do jornal curitibano, hoje produzido por uma equipe de 80 jornalistas.

Segundo ele, a intenção é continuar com a mesma equipe, sem demissões. Para que o quadro de jornalistas seja mantido, serão oferecidas vagas para repórteres e editores trabalharem em um novo e exclusivo portal do Estado do Paraná, além da possibilidade de expandir a redação do jornal popular Tribuna do Paraná, também publicado pelo grupo de Paulo Pimentel e de sua filha Vera Lúcia.

Acessos e vendas
“Vamos lançar uma edição nova do portal Estado do Paraná, a exemplo do que aconteceu com o JB”, compara Pimentel, que promete a estreia desta nova e exclusiva página de notícias antes que a versão impressa pare de circular.

Leitor assumido de livros sobre o magnata da comunicação Robert Murdoch, Pimentel, ex-governador do Paraná, está satisfeito e confiante com as vendas do Tribuna do Paraná – aproximadamente 30 mil - e com os acessos do portal Paraná Online, que abriga as notícias de seus dois veículos impressos. “Temos o Tribuna do Paraná que está ótimo. O portal está em ascensão, com 2 milhões de acessos, o que é ótimo para nós”, conclui.

Fonte: Comunique-se

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.