quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Jornal Extra lança novo portal voltado para a classe C

O jornal Extra acaba de lançar um novo portal totalmente dedicado à classe C. Com a nova página, a empresa pretende se posicionar para a nova classe média e alcançar a marca de 12 milhões/mês de visitantes únicos, superando a média dos oito milhões/mês de 2010.

Os canais de notícia foram diferenciados por cores e as fotos e vídeos ganharam mais espaço nas páginas. A nova página também permite que o leitor participe de enquetes, fóruns, comentários e promoções, além de poder enviar fotos e vídeos pelo “Eu-repórter”.

Redes sociais
O site destaca, na parte superior, a seção “Tá bombando!”, que exibe os assuntos e personalidades de maior repercussão no Orkut, Facebook, YouTube e Flickr e Twitter.

Em outra área, as notícias podem ser lidas com ajuda do Google Maps, para que o leitor possa escolher sobre qual região gostaria de se informar.

“Esse projeto reflete a essência do Extra de ser o tradutor da notícia, de apresentar a notícia que afeta o dia a dia do leitor, com uma linguagem simples. O site traz os assuntos que o leitor quer, do seu jeito e na hora que ele precisa”, explica Daniela Ferreira, gerente de marketing do Extra, enfatizando que, com essas características e target muito bem definido, o Extra Online

Extra Explica
A empresa também lançou o site Extra Explica, um guia online que tem o objetivo de resolver problemas cotidianos, inclusive com a ajuda de especialistas nas áreas afins.

"O Extra fala a língua da nova classe média (...) O Extra conversa com esse público o tempo todo. As pessoas ligam para a redação e conversamos como amigos conhecidos, com uma viva relação de confiança porque atendemos às suas necessidades de informação, de entretenimento e de serviços, ajudamos nas suas escolhas neste momento de crescimento que as pessoas e o mercado vivem no país", afirma Aloy Jupiara, editor-executivo do Extra Online.
também se reafirma para os anunciantes que querem falar com a classe C.

Fonte: Comunique-se

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.