segunda-feira, 19 de março de 2012

Rádio CBN investe em portal com o objetivo de se aproximar ainda mais de seus ouvintes

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Your browser does not support inline frames or is currently configured not to display inline frames.


  | 15/03/2012 18:20
A CBN, conhecida como a “rádio que toca notícia”, também parece querer o título de rádio que posta notícia.  O investimento na internet é uma aposta da rádio para se tornar mais próximo do seu ouvinte e oferecer o consumo não-linear da sua programação. Tal reformulação realizada na CBN acompanha a tendência do mercado de crescimento dos investimentos na internet, movimento que é tratado em matéria da edição de março do CdM.

Esta aposta se materializou em 14 de janeiro deste ano quando entrou no ar o site da CBN completamente reformulado. Segundo Julio Lubianco, chefe de reportagem da CBN e um dos responsáveis pela reformulação do portal da rádio, o principal destaque da reformulação, além da valorização do design e da melhor organização do conteúdo informativo, é a ferramenta “Semana CBN” na qual a rádio disponibilizou sete dias de programação na íntegra do conteúdo produzido nas quatro emissoras próprias.

“O objetivo da reformulação do site é justamente tornar o conteúdo produzido na rádio cada vez mais acessado e acessível aos ouvintes, possibilitando um consumo diferenciado, no qual eles podem fazer retomadas do conteúdo, ficando ainda mais próximo do conteúdo informativo”, explicou.

Segundo dados da CBN, a estratégia está funcionando e já apresenta bons números de audiências, pageviews, unique visitors e acesso aos podcasts. Para Lubianco, no entato, o mais importante da internet é que ela muda a relação do ouvinte com a rádio, possibilitando retomadas de conteúdo e aumentando a interatividade. As reformulações apresentadas pela CBN tiveram um planejamento de um ano e as principais adequações surgiram das demandas dos próprios ouvintes. 

As inovações, de certa forma, comprovam que o modo das pessoas consumirem informações está mudando. “As pessoas não querem mais ouvir a rádio apenas no modelo convencional, elas querem liberdade para escolher o horário de ouvir a notícia. É muito interessante notar isso nas atualizações dos podscasts. Se a gente atrasa um minuto a atualização, o ouvinte reclama”, comentou Lubianco.


Publicidade na internet
IMPRENSA também conversou com o diretor de mercado do Sistema Globo de Rádio, Jose Luiz N. Silva, sobre as mudanças da internet e o impacto dessas alterações para o setor comercial da empresa. O diretor acredita muito na valorização da mídia tradicional e do seu conteúdo informativo com o uso dos recursos de tecnologia da informação. A consequência desta valorização é um produto mais interessante para o mercado investir:

IMPRENSA: A reformulação do portal da CBN aumentou a publicidade no site?
Jose Luiz N. Silva: O portal viabiliza a expansão da audiência, não somente pela possibilidade de consumir o áudio ao vivo, mas também por todo o conteúdo disponibilizado para consumo sob demanda, tais como os boletins e comentários que foram ao ar. Consequentemente, aumenta a atratividade comercial e publicitária para marcas e produtos impactarem seus consumidores.

O portal consegue ser independente da rádio?
A oportunidade de complementação de mídia on-line a partir da estratégia de comunicação planejada para o off-line ainda é o determinante mais significativo para os investimentos no portal.  

Houve efetivamente aumento da procura por parte das empresas em anunciar na plataforma on-line?
Notamos que é crescente a quantidade de anunciantes que estão aproveitando a oportunidade de complementação de mídia e a ampliação da cobertura de consumidores impactados pelos formatos e possibilidades de publicidade na plataforma on-line. É frequente a identificação de campanhas publicitárias e atividades promocionais, de grandes anunciantes, pensadas exclusivamente e totalmente orientadas para o mundo on-line, muitas vezes sem a veiculação do tema ou da ação no mundo off-line. Também vale observar que até mesmo por uma questão de custos e oportunidade de negócios, estamos experimentando a presença crescente de anunciantes no portal, que não teriam condições de manter investimentos no off-line.

Além do formato de banner, que outros formatos de anúncio são oferecidas? 
Possuímos diferentes formatos e tamanhos de banner, além da possibilidade de veicularmos peças em html. Mas o que realmente temos de diferente, são as propriedades comerciais que asseguram impactar 100% da audiência neste conteúdo. Posso citar a abertura de player, que é um formato em áudio executado dentro do player da rádio, antes do inicio da programação, a abertura de Vídeo, que é o formato em vídeo executado dentro do player da rádio com imagem do estúdio e áudio ao vivo, antes do inicio da programação, os patrocínios dos podcasts, que é a  veiculação da mensagem do anunciante ou do patrocinador antes da veiculação dos boletins e comentários. 
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.
 

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.