segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

TVs universitárias querem leis para transmissão em sinal aberto

O respaldo legal para a transmissão de canais universitários em TV aberta é a principal reivindicação das emissoras baseadas em universidades, de acordo com depoimento do presidente da Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), Márcio Magalhães, para Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, na última terça-feira (30/11).

"Se antes nós tínhamos um problema técnico, de não ter espaço para todas as emissoras de televisão, acreditamos que, hoje, com a tecnologia da TV digital, há esse espaço. E a universidade tem muito o que dizer", disse Magalhães.

A audiência foi aberta para discutir o papel e os objetivos da ABTU. Para deputados e representantes dos canais universitários, as programações destes veículos podem mostrar-se alternativas às emissoras comerciais e à popularização de conhecimento acadêmico, sendo "apropriado pela comunidade", segundo Pedro Wilson (PT-GO).

Há no país, atualmente, 150 canais universitários distribuídos por quase todos os estados, enquanto que em 1995 havia 20 canais semelhantes.

A Comissão deve se reunir novamente até março de 2011 com participação de integrantes da Comissão de Ciência e Tecnologia para discutir a possibilidade de uma conferência de TVs universitárias.

Fonte: na íntegra Portal Imprensa

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.