segunda-feira, 19 de julho de 2010

Jornal do Brasil passa a ser 100% digital em setembro

A direção do Jornal do Brasil confirmou que o diário passará a ser editado apenas na versão online a partir do dia 01/09. De acordo com a empresa, o plano faz parte de uma estratégia “sustentável e inovadora”, elaborada após pesquisas de mercado.

Em anúncio de duas páginas publicado nesta quarta-feira (14/07), o jornal diz que informará os leitores sobre o processo de migração para o online no decorrer dos próximos 45 dias.

Com a transição, a assinatura do Jornal do Brasil custará R$ 9,90 e não mais R$ 49,90. No anúncio, a empresa informa que o novo modelo será compatível com leitores digitais como iPad, Kindle, Nook, Mix e Libre, além de uma versão em e-paper, adaptável à tela do computador.

A decisão foi tomada pelo principal investidor do JB, Nelson Tanure, que demitiu o presidente do veículo, Pedro Grossi, por este discordar da transição do jornal para a versão 100% digital. A decisão foi uma alternativa, depois que Tanure tentou vender a publicação, que acumula dívidas de cerca de R$ 100 milhões, e não conseguiu comprador.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro pretende agendar uma reunião com a empresa para acompanhar a situação dos 60 jornalistas que trabalham no veículo.

O Jornal do Brasil, que surgiu em 1891 e teve sua primeira versão online em 1995, é o primeiro jornal brasileiro a deixar o impresso e migrar para a versão 100% digital.

Fonte: Comunique-se

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Queremos saber sua opinião, então, fique à vontade e comente.